quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Bola de sabão.

Eu queria ser como bola de sabão.
Queria voar até o limite e explodir.
Ter um brilho natural em meu corpo abobadado.
E ver lá do alto as verdades das pessoas daqui.
Aqui eles só acham.

Elas acham que amam.
Acham que são amadas.
Acham que estão certas.

E fingem.
Fingem que acreditam.


Queria era ser uma bola de sabão de ácido.
Pra quando explodir em gotículas,
queimar a cabeça de uns poucos e bons.
:)

Um comentário:

  1. Nossa... que malvada que tu és minina Bárbula.
    Este é triste e belo
    bj

    ResponderExcluir