sexta-feira, 18 de junho de 2010

A condição do ser gente.

As pessoas confundem as energias, morrem cegos e só vêem no clarão do último suspiro.
Envergonham-se pelo abraço do pai que não fala, mas cada prazer abdicado para pagar a próxima mensalidade do colégio é um grito de eu te amo.
Escondem-se para falar de amor, e se for que só seja no escuro de um quarto sem janelas.
E teimam nos erros incertos para um sorriso fulgaz.
Ficam sozinhos quando o mundo tem tantos outros sozinhos.
Se houvesse um gigante nos observando sem tomar partido, diria:
- Estão perdidos.
E eu sou uma delas, perdida.

Um comentário:

  1. Realmente cada vez mais as pessoas tem medo de amar.
    bj
    E lindo como sempre

    ResponderExcluir